Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, 11ª JICE - JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EXTENSÃO

Tamanho da fonte: 
ESTUDO SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA NO CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA DO IFTO-CAMPUS DIANÓPOLIS
Gabrielly França Rodrigues, Delfim Dias Bonfim, Luiz Norberto Lacerda Magalhães Filho, Wilmar Borges Leal Júnior, Tiago Rafael de Barros Pereira

Última alteração: 2020-12-29

Resumo


Devido à relevância do tema, este estudo tem como propósito levantar dados referentes à educação financeira dos estudantes do curso técnico em agropecuária integrado ao ensino médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO)-Campus Dianópolis e compreender com maior abrangência e profundidade como os discentes lidam com o tema. Para a coleta dos dados aplicou-se um questionário com 33 questões referentes aos objetivos do projeto. Colaboraram com a pesquisa 132 estudantes. A análise dos dados mostrou que 75% das famílias dos estudantes estão inseridas na classe social E, a qual compreende renda familiar entre R$500,00 e R$ 2000,00. Sobre orçamento doméstico, aproximadamente 1/3 das famílias realizam controle de gastos. De forma geral os estudantes não participam do planejamento financeiro familiar. Mais ainda, 31,82% dos estudantes não sabem diferenciar despesas de receitas, às vezes. Outro resultado observado, foi que uma parcela significativa dos entrevistados relatou não saber explicar bem conceitos básicos relacionados à educação financeira (taxas de juros, empréstimos, seguros, previdência). Por fim, o levantamento de dados evidencia que os estudantes não estão educados financeiramente e que medidas devem ser tomadas visando mitigar essa incômoda situação, visando estabelecer uma população mais consciente com as finanças, de forma que esses estudantes entrevistados despertem e transmitam a suas famílias a necessidade de educação financeira.

Texto completo: PDF