Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
DETERMINAÇÃO DE FENÓLICOS, FLAVONOIDES E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DA PIMENTA DEDO-DE-MOÇA (Capsicum baccatum var. pedulum) COMERCIALIZADA NA CIDADE DE IMPERATRIZ - MA
Michele Alves de Lima, Laiany Nunes Teixeira, Poliana Brito de Sousa, Manuel de Jesus Marques da Silva, Luís Fernando Meneses de Carvalho

Última alteração: 2012-10-18

Resumo


A pimenta dedo-de-moça (Capsicum baccatum var. pedulum), é famosa no mundo inteiro devido ao seu efeito revitalizador e tônico da mente e do corpo. O ardido dessa pimenta é atribuído à presença do alcaloide capsaína, que tem um efeito benéfico à medida que é absorvido pelo corpo. Os ácidos fenólicos, flavonoides e outros polifenóis dos vegetais têm sido caracterizados como fitoquímicos e os alimentos que os contêm são designados alimentos funcionais ou nutracêuticos, pois representam ação farmacológica para o organismo animal. Vários estudos epidemiológicos evidenciam que o consumo dos mesmos ajuda a proteger contra doenças crônicas, como as cardiovasculares. Diante disso, objetivou-se determinar os fenólicos totais, flavonóides totais e atividade antioxidante da pimenta dedo-de-moça comercializada na cidade de Imperatriz – MA. Analisou-se o teor de fenólicos totais utilizando o reagente de Folin Dennis; o teor de flavonoides seguindo metodologia proposta por Woisky e Salatino e a atividade antioxidante pelo método de captura de radicais DPPH. Os teores de fenólicos totais encontrados para o extrato aquoso, etanólico e hidroalcoólico foram de 0,51; 1,50 e 0,43 mg/100g da amostra, respectivamente. Os teores de flavonoides foram respectivamente 34,18; 46,96 e 16,74 mg/100g da amostra. Com relação à atividade antioxidante observou-se que no tempo 5min, o extrato etanólico apresentou maior poder de redução do radical DPPH. Já, ao final do tempo 30min, os extratos obtiveram percentuais de captura do radical DPPH muito próximos entre si. Conclui-se que o extrato etanólico da pimenta dedo-de-moça foi o que apresentou um maior teor de fenólicos e elevados teores de flavonoides.  No entanto, com relação à atividade antioxidante foi observado que no final, os extratos apresentaram valores de antioxidantes próximos entre si. Sugere-se que mais pesquisas devem ser realizadas com a pimenta dedo-de-moça, a fim de avaliar esses teores.


Texto completo: PDF