Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Otimização do processo de extração dos Polissacarídeos Sulfatados de algas marinhas como ferramenta de processo biotecnológico
José Gerardo Carneiro, José Ednésio Cruz Freitas, Ismael Nilo Lino, Manuela Araujo Carneiro, Germana Conrado Souza, Norma M Barros Benevides

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


Polissacarídeos sulfatados são polímeros complexos e heterogêneos formados de unidades repetitivas e rico em radicais sulfatados e têm sido descritos como moduladores de uma série de funções biológicas. A complexidade, a heterogeneidade e o rendimento dos polissacarídeos sulfatados variam quanto às espécies de algas, período e local de coleta e à utilização de diferentes protocolos da extração, influenciam no rendimento, nas propriedades físico-químicas e nas atividades biológicas. Neste estudo buscamos otimizar a extração dos polissacarídeos sulfatados, diminuindo o tempo e custo do processo de extração.  A alga marinha Caulerpa mexicana foi coletada na praia de Flecheiras - Trairi - Ce, em agosto de 2011 e transportada ao laboratório CARBOLEC-DBBM-UFC, sendo lavadas com água corrente e seca à sombra, depois triturada em moinho elétrico e armazenada a temperatura ambiente e ao abrigo da luz. As extrações dos PSTs foram divididas em três grupos (A, B e C), realizadas de três maneiras diferentes, todas em triplicata. A extração (A) utilizando a metodologia segundo Farias et al. (2000) e outra duas (B e C) modificações destas. As duas modificações foram sobre o tempo de digestão enzimática, precipitação e os processos de limpeza e purificação. Os rendimentos foram de 1,46% no grupo (A); de 1,45% no grupo (B); de 1,7% no grupo (C), sendo aproximadamente 15% superior aos rendimentos do grupo A e B. Não foi observado alterações nos teores de carboidratos totais, sulfato livre e proteínas contaminantes entre os grupos. Concluímos que o maior rendimento do grupo C se atribui ao fato de um maior tempo de precipitação e uma menor manipulação do material evitando perdas nas lavagens e centrifugações e que as modificações no processo de extração não alteraram os teores de carboidratos totais, sulfato livre e proteínas contaminantes.

Texto completo: PDF