Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Avaliação da Qualidade Microbiológica de Manteigas Artesanais Comercializadas no Estado de Alagoas
Elaine Gonzaga Oliveira, Elizeu Toledo Oliveira, Eriane Alves Silva, Angela Froehlich

Última alteração: 2012-08-02

Resumo


A manteiga denominada artesanal é um tipo de produto fora dos padrões higiênicos sanitários estabelecidos pela legislação vigente, sem controle rígido da qualidade do leite utilizado, como também não possui os parâmetros de identidade e qualidade. No Estado de Alagoas é comum a comercialização em feiras livres e padarias de manteigas elaboradas artesanalmente, onde o processo de comercialização ocorre normalmente sem que haja um controle higiênico-sanitário adequado. Nesse trabalho, objetivou-se avaliar a qualidade microbiológica do produto. Foram coletadas 15 amostras originárias de diferentes produtores, sendo as mesmas transportadas para o Laboratório de Microbiologia do IFAL campus Satuba, onde foram realizadas pesquisas para identificação de Salmonella spp., Staphylococcus aureus e coliformes a 45°C. Todas as amostras apresentaram resultado acima do permitido (10 NMP/g) com variações de 23 a >1100 NMP/g para a pesquisa de coliformes a 45°C. No tocante a pesquisa de Staphylococcus aureus, apesar de ter encontrado contaminação (>10² UFC/g) e colônias suspeitas, o teste de coagulase apresentou-se negativo para todas as amostras. Enquanto que, para Salmonella, 93% (14/15) das amostras apresentaram resultados positivos em pelo menos duas das séries bioquímicas. A partir dos resultados pode-se chegar à conclusão que o produto pesquisado apresentou contaminação representativa de risco à saúde do consumidor, pois nenhuma das amostras coletadas se encontrava em condições de ser comercializada seguindo os parâmetros exigidos pela legislação.

Texto completo: PDF