Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Argamassa produzida com resíduo de vidro substituindo o agregado miúdo
MARIA CLEIDE RIBEIRO DE OLIVEIRA, MARIA CLEIDE RIBEIRO DE OLIVEIRA, ALLYSON LEANDRO BEZERRA SILVA, GABRIEL LOUIZ SILVA COSTA, FRANCISCO FLAVIANO DE ANDRADE PEREIRA, SAMUEL APOLINARIO MARQUES

Última alteração: 2012-08-29

Resumo


O presente trabalho busca o desenvolvimento de uma argamassa, material largamente utilizado na construção civil, que identifique-se com a proposta de utilização racional dos recursos naturais. O vidro é um material classificado como cerâmico, constituído basicamente de sílica, resistindo bem à ruptura e à deformação elástica. Sua industrialização em larga escala promove grande geração de resíduos, que não são totalmente reciclados, mas que tende a continuar crescendo junto com as necessidades de aplicação deste material. Este artigo tem o objetivo de estudar a viabilidade técnica do reaproveitamento do resíduo de vidro, proveniente de vidraçarias locais da cidade de Mossoró/RN, em substituição parcial do agregado miúdo na argamassa, através da análise das propriedades mecânicas. Após moagem do vidro, foram realizados ensaios de teor de umidade, granulometria e determinação da massa especifica do novo agregado. Foram moldados corpos-de-prova com substituição parcial do agregado miúdo (areia) pelo vidro (10, 15, 20 e 25%) para determinação da resistência à compressão. Nas porcentagens de 10 e 20% foram obtidos resultados acima dos corpos-de-prova referência.  A pesquisa mostra resultados que convém para a substituição de partes da areia por residuo de vidro na produção de argamassas.

Texto completo: PDF