Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
POLUIÇÃO DO RIO TIMBÓ E O DESAFIO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA COMUNIDADE DO JEREISSATE II – MARACANAÚ-CE
Patrícia Mendes Barroso, Patrícia Mendes Barroso, Mayara Arruda Pereira, Natália Gouveia Gordiano, Daniele Miguel da Silva, Raimunda Olímpia De Aguiar Gomes, Tereza Cristina Valverde Araújo Alves

Última alteração: 2012-08-23

Resumo


Este trabalho apresenta uma pesquisa investigativa desenvolvida junto a Comunidade do Bairro Jereissati II em Maracanaú - CE e tem como intuito, averiguar a origem da poluição do rio Timbó. A investigação contou com pesquisa bibliográfica e cartográfica, paralelamente foram realizadas visitas a área de entorno do rio, registrando a degradação ambiental do solo e da água através de imagens fotográficas, em seguida aplicou-se um questionário com alguns moradores que se prontificaram a participar da pesquisa. Os dados obtidos a partir dos registros de imagens e dos questionários aplicados, observou-se que os próprios moradores são responsáveis por depositar o lixo as margens do rio. Também foi possível identificar como principais consequências do lixo depositado as margens do rio: proliferação de doenças, riscos de inundação nas residências, poluição do ar ocasionada pelo mau cheiro e o surgimento de insetos. Com esses dados verificou-se como causas da poluição do rio Timbó: Ausência de educação ambiental da comunidade ribeirinha; Falta de participação e organização da comunidade, para reivindicar junto aos órgãos competentes a fiscalização e penalização aos poluidores e Omissão de governantes em realizar campanha de preservação dos recursos hídricos, alem de outros.

 


Texto completo: PDF