Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Análise de Quantificação de Recorrência e Análise Discriminante Aplicadas à Classificação de Sinais de Vozes Saudáveis e Sinais de Vozes Patológicas
Vinícius Jefferson Dias Vieira, Silvana Cunha Costa, Washington César de Almeida Costa, Jayne dos Santos Lima

Última alteração: 2012-09-12

Resumo


Este trabalho trata da análise acústica de sinais de vozes saudáveis e de vozes afetadas por paralisia nas pregas vocais, utilizando a técnica de quantificação de recorrência. É investigado o melhor valor para o parâmetro que define os pontos recorrentes dentro do gráfico de recorrência, denominado raio de vizinhança, no qual se obtenha as melhores taxas de classificação. As medidas de quantificação de recorrência empregadas são: Taxa de Recorrência, Determinismo, Comprimento máximo das linhas diagonais, Entropia de Shannon, Tendência, Laminaridade, Tempo de permanência em um estado e Comprimento máximo das linhas verticais. É avaliado o desempenho das medidas de forma individual e combinada. As combinações são realizadas, considerando o valor de raio de vizinhança que obtém melhor acurácia individual para cada medida. A classificação é realizada por meio da análise discriminante, com as funções linear e quadrática.  O melhor resultado obtido por meio de validação cruzada indica uma acurácia de 98,18 ± 3,83 com a combinação de apenas três medidas: Comprimento máximo das linhas diagonais, Tendência e Comprimento máximo das linhas verticais, utilizando a análise discriminante quadrática. Os resultados obtidos sugerem que a técnica é viável para ser empregada na classificação entre sinais de vozes saudáveis e sinais de vozes afetadas por paralisia nas dobras vocais.

Texto completo: PDF