Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estimativa da ETo a partir de duas estações meteorológicas em Ouricuri-PE
Maria Zélia Souza Silva Queiroz, Lucas Melo Vellame, Maria do Socorro Conceição Freitas, Geysse Kalynne dos Santos Peixoto

Última alteração: 2012-09-03

Resumo


O objetivo desse trabalho é apresentar e comparar a ETo diária em Ouricuri-PE, estimada a partir de dados de duas estações meteorológicas convencional e automática localizadas à 07°53’ S e 40°06’W, com 460 m de altitude em Ouricuri - PE. A evapotranspiração de referência foi calculada pelo método padrão Penman Monteith proposto pela FAO. Para a estação convencional utilizou-se dados diários de temperatura máxima e mínima do ar, umidade relativa e velocidade do vento. Para a estação automática utilizou-se dados horários de temperatura máxima e mínima do ar, umidade relativa, pressão atmosférica, radiação solar e velocidade do vento. Os resultados demonstram que o uso dos dados obtidos pela estação meteorológica manual, com a estimativa da radiação solar pela equação de Hargreaves permite a estimativa da ETo pela equação de Penman – Monteith com acurácia suficiente para fins de projetos e planejamento de irrigação. As estações apresentam divergências relativamente grandes quanto à umidade relativa sendo necessária a calibração do sensor. A evapotranspiração de referencia estimada com base em dados horários foi em média, diariamente, 16,18% inferior a ETo calculada em escala horária pela estação automática. A evapotranspiração máxima do período estudado ocorre no mês de setembro que apresenta média diária de 7,9 mm dia-1, apresentando valores máximos de 8,5, 9,0 e 9,6 mm dia-1 a 75,85 e 95% de probabilidade, respectivamente, pela distribuição Beta.


Texto completo: PDF