Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estimativa da densidade de potencial eólico para geração de energia elétrica na região serrana do estado do Ceará
Alice Luna Mesquita, Inaiá Viana de Carvalho, José Sérgio dos Santos, Phylippe Gomes de Lima Santos

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


A demanda por grandes quantidades de energia associada à preocupações com o meio ambiente propiciou o desenvolvimento de tecnologias para geração de energia a partir de fontes renováveis. Pensando na atual competitividade e o constante aperfeiçoamento de tecnologias direcionadas para a geração de energia proveniente da força dos ventos, o presente trabalho visa quantificar a densidade de potencial eólico de sete municípios da região serrana do Ceará. Foram usados dados das velocidades dos ventos medidos a 10m de altura, coletados pela rede de Plataformas de Coletas de Dados (PCDs) da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME) e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). A partir destes dados estimaram-se valores de velocidade para as alturas 50m, 80m e 100m e subsequentemente calcularam-se as densidades de potencial eólico e a frequência da velocidade para estas alturas. Observou-se que a Serra da Ibiapaba possui um potencial médio de 282,33W/m² aproximadamente duas e quatro vezes superior a Serra da Meruoca e a Chapada do Araripe respectivamente. Conclui-se que a densidade de potencial eólico dos municípios da Serra da Ibiapaba é superior quando comparado com a dos outros municípios em estudo. A freqüência dos ventos com velocidade entre 2,5m e 28m é bastante considerável, sendo a maioria, na altura de 100m, superior a 70%, o que mostra que a região Serrana cearense possui boas condições de vento para a geração de energia elétrica.

Texto completo: PDF