Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Sensores de Imagem Digitais CCD E CMOS
Jorge Alexsander Sosa Cardoza, Jhonata Serra souza

Última alteração: 2012-07-26

Resumo


As imagens são importantes em todas as áreas, principalmente no imageamento médico, na geografia, no macro e no micro cosmos. Há tempos atrás nossos bisavós registravam os momentos de suas vidas com as máquinas um pouco antiga, com tecnologia básica, onde era caracterizada por uma câmara, uma chapa de Cobre prateada e polida, onde recebia uma explosão de vapores de Iodo, gravando assim através de reação química do Iodo com o cobre juntamente o feixe de luz, dando assim origem a uma camada de iodeto de prata, que através dos seus contornos davam origem a fotografia. Hoje em dia tanto na década presente quanto à década passada onde tínhamos a tecnologia do filme fotográfico que também não era uma excepcional tecnologia mais já era um grande avanço, e isso com o tempo passamos a ter o privilégio da microeletrônica em nossas mãos. Não se passara muito tempo e hoje temos em nosso poder um tipo de equipamento que faz cálculos de uma matriz, de um processamento de em média 2.368.000 de unidades, em um segundo, sofrendo também com o seu fator de aproveitamento, mostrando a leitura interpolada da imagem de bit a bit, nos sensores apresentados o CCD(Charged Coupled Device)  e CMOS(Complementary Metal Oxide Semicondutor). O objetivo deste trabalho é apresentar a descrição do funcionamento básico destes sensores de imagens, a sua invenção e transformação no tempo até hoje, o desempenho de cada um deles e a comparação dos mesmos. Para isto, foi realizada uma revisão bibliográfica dos últimos cinco anos de artigos científicos, teses, dissertações, monografias, livros e sites na internet.


Texto completo: PDF