Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Uso de Armadilha para Captura de Insetos em Pomar de Goiabeiras
SEMIRAMES DO NASCIMENTO SILVA, Eliezer da Cunha Siqueira, Francisco das Chagas Sicupira, Cecilia da Silva Sousa, José Augusto

Última alteração: 2013-03-22

Resumo


Resumo: O desenvolvimento de equipamentos para captura de insetos, com vista a atender a necessidade de técnicos e pesquisadores, é de suma importância para a obtenção de dados precisos sobre a população de insetos de uma determinada área. A armadilha de solo é utilizada com a finalidade de se ter uma amostra do tamanho da população da macro fauna presente no solo.  Objetivou-se com o experimento capturar insetos de diferentes ordens com armadilhas de solo e verificar a constância das ordens de insetos na Área Experimental de pomar de Goiabeiras do IFPB Campus Sousa, Unidade II em São Gonçalo-PB. O estudo foi realizado na Área Experimental de pomar de goiabas no Campus II do IFPB Campus Sousa em São Gonçalo, no estado da Paraíba, no período de 16 a 18 de janeiro de 2012. Para isso, foram instaladas seis armadilhas de solo, dispostas em pontos estratégicos, com espaçamentos de 30 m entre elas, em formato de triângulo. As armadilhas foram confeccionadas com garrafas plásticas (PET) de refrigerante de 2 litros, cortadas ao meio e com 10 cm de diâmetro e 15 cm de altura. No interior de cada frasco foram colocados 300 mL de água e duas colheres de sopa de detergente neutro para quebrar a tensão superficial da água. As principais ordens de insetos predominantes foram respectivamente, Hymenoptera com 100% do total de espécies coletadas nas armadilhas de solo; Neuroptera 66,66%, Orthoptera 33,33% e Díptera com 33,33%. No experimento constatou-se uma frequência constante, ou seja, aquelas presentes em mais de 50% das coletas, em destaque a ordem Hymenoptera, com as espécies da Formiga vermelha (Formica rufa), seguida por Formiga leão (Myrmeleon brasiliensis).


Texto completo: PDF