Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estimativa da eficiência de um sistema de irrigação por microaspersão
Lúcia Oliveira Lima, Josemar Pereira de Oliveira, Rafael Rodrigues Almeida, Marjony Ravardiere Diniz Moises, Murilo Santana de Miranda, José Sebastião Costa de Sousa

Última alteração: 2012-12-13

Resumo


A eficiência de aplicação refere-se à relação entre o volume de água disponível para a cultura e o volume aplicado pelo emissor. O presente trabalho teve como objetivo, estimar a eficiência de um sistema de irrigação por microaspersão, utilizando-se dos valores de CUD (coeficiente de distribuição), e por meio do balanço hídrico no solo comprovar a eficácia dessa estimativa, para auxiliar nos testes de eficiência do sistema de microaspersor, foram coletadas amostras de solos em três pontos da área experimental para a determinação da umidade do solo, a vazão dos emissores foi determinada no campo com um auxilio de uma proveta. A partir da vazão de cada emissor os valores de CUC (coeficiente de Christiansen), CUD e Ef (eficiência do sistema) foram: 97,86%; 95% e 85,5% respectivamente. Através da estimativa da eficiência do sistema de irrigação por microaspersão, com base nos valores de CUD de 95%, e por meio do balanço hídrico no solo, obter uma eficiência de 85,5%. A eficiência do sistema foi de 85,5%. A metodologia utilizada mostrou-se satisfatória e foi de simples execução. 


Texto completo: PDF