Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estudo de caso dos egressos do curso de Automação Industrial do IFBA
Jancarlos Menezes Lapa, Paloma Santana Zacarias, Lorena dos Santos Goiabeira

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


A rede federal de ensino profissional, científico e tecnológico vem passando por um intenso processo de expansão acarretando no acréscimo significativo do número de escolas técnicas pelo país. Até 2002 eram apenas 140 escolas técnicas, enquanto que nos últimos oito anos, o Ministério da Educação aumentou esse numero em 214 novas escolas com mais 208 previstas até o final de 2014, totalizando um número de 562 unidades com capacidade para 600 mil vagas. O objetivo primário da expansão se coloca como forma de atender à demanda do desenvolvimento do país, na qualificação de profissionais em diversas áreas da economia brasileira através de pesquisas e desenvolvimento de novos processos, produtos e serviços em colaboração com o setor produtivo. Nesse sentido é fundamental analisar o impacto dessa expansão tendo em vista a melhoria local das regiões contempladas pelos institutos federais, bem como a inserção dos egressos de cursos técnicos no mundo do trabalho. O objetivo desse trabalho é compreender a trajetória profissional dos egressos do curso de Automação Industrial formados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e tecnologia da Bahia após a conclusão da formação inicial. Para tal abordagem, foram aplicados questionários com os egressos do curso desde o ano de 2008, oportunidade em que a Lei nº 11.892, sancionada pelo Presidente Luís Inácio Lula da Silva, transformou os Centros Federais de Tecnologia (CEFET) em Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, até o ano de 2011. Como já dito, espera-se fazer uma discussão a respeito da inserção desses profissionais no mercado de trabalho, como forma de debate a cerca da educação profissional e tecnológica no Brasil.

Texto completo: PDF