Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
O comportamento ambiental de empresas do ramo de oficina mecânica: um estudo de caso em João Pessoa - PB
Thiago Freire Melquíades, Kennedy Meira Lucena

Última alteração: 2012-08-31

Resumo


O processo de degradação ambiental comumente está associado com o desenvolvimento de alguns setores da economia, gerado por práticas inadequadas ou pelas características intrínsecas dessas atividades. O desenvolvimento de estudos na área é necessário para verificar o consentimento das empresas em relação à gestão ambiental dentro de suas organizações. Nesse sentido, o artigo tem como objetivo realizar um diagnóstico do nível de envolvimento e comprometimento de empresas do ramo de oficina mecânica com as questões ambientais, tendo em vista detectar os procedimentos atuais adotados pelas mesmas no que diz respeito à gestão dos resíduos sólidos e líquidos gerados. Este estudo foi realizado na Cidade de João Pessoa (PB) e compreendeu uma pesquisa documental e de campo com a aplicação de questionários com 8 indagações, dirigidos aos gerentes ou empresários de oficinas mecânicas. No total foram visitadas 76 empresas distribuídas em 10 bairros da Cidade de João Pessoa. As entrevistas foram realizadas no período de janeiro a julho deste ano. Os resultados permitiram algumas constatações importantes: 78% das oficinas mecânicas responderam que teriam interesse em obter informações de políticas para o gerenciamento dos resíduos gerados, e 97,37% do destino final do óleo queimando descartado; frequentemente são as empresas especializadas no recolhimento deste material. Ainda percebe se certo receio por parte dos empresários em prestar este tipo de informação, o que reflete, em parte, uma preocupação com possíveis penalidades dos órgãos fiscalizadores, e a ausência de um posionamento com caráter preservacionista. 


Texto completo: PDF