Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Desenvolvimento inicial da Gliricidia sepium (Jacq.) Steud em Sistema Silvipastoril na Zona dos Tabuleiros Costeiros - SE
mônica alixandrina silva, DINAMARTA VIRGINIO FERREIRA, Kauane Santos Batista, ROBSON OLIVEIRA LIMA, GLADSTON RAFAEL DE ARRUDA SANTOS

Última alteração: 2012-07-13

Resumo


Espécies arbóreas vêm sendo utilizadas em sistemas agroflorestais, adotados por produtores que desejam tanto a exploração madeireira, como também a obtenção de sombra para seus animais, como também a incorporação de nitrogênio via leguminosas. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi caracterizar uma população de glirícidia (Gliricidia sepium) dispostas em uma pastagem de capim tangola (Brachiaria mutica x Brachiaria erecta). O bosque de gliricídia foi composto de 55 plantas distribuídas ao acaso em uma área de pastagem no Campus São Cristóvão. Avaliaram-se inicialmente a altura da planta, número de folhas e diâmetro do caule. Utilizou-se para interpretação dos resultados, uma estatística descritiva. A altura média das plantas avaliadas no primeiro e segundo período foi de 19,4 ± 5,5 cm e 25,3 ± 5,4 cm, número de folhas 31,6 ± 9,4 e 64,6 ± 24,1 e diâmetro do caule 4,9 ± 1,1 e 7,4 ± 1,3 mm, respectivamente. Dentre esses caracteres, a altura da planta e o número de folhas, apresentaram a mais alta correlação entre si. Os resultados obtidos indicaram que a gliricídia está se adaptando bem na fase inicial de seu crescimento, ao sistema silvipastoril, sendo a mesma uma boa opção para implantação desse tipo de sistema, na região.


Texto completo: PDF