Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Coleta seletiva (de resíduos orgânico e inorgânico) de um shopping da cidade de Natal-RN: problemas e soluções
Anselmo Francisco da Silva, Amanda Marcelino Lopes, Larissa Maia de Souza

Última alteração: 2012-09-30

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar os problemas da coleta seletiva (de resíduos orgânico e inorgânico) de um shopping da cidade de Natal-RN, e, sobretudo, propor soluções. Para o desenvolvimento desse estudo, utilizou-se: a pesquisa bibliográfica, que, inclui leituras e fichamentos de livros, artigos e monografias; consulta ao documento que instituiu a política nacional de resíduos sólidos do Brasil, a qual prever a coleta seletiva como instrumento para a gestão de resíduos sólidos; a pesquisa descritiva e, principalmente, a qualitativa desenvolvida mediante a aplicação de uma entrevista semiestruturada, a qual foi aplicada ao responsável de gerenciar o setor de resíduos desse shopping. Depois da aplicação desses procedimentos, ficou claro que a coleta seletiva realizada por esse shopping, da cidade de Natal, não é eficiente. Portanto, no intuito de sanar essa ineficiência – segregação e destinação dos resíduos sólidos – propõe-se que esse shopping utilize os equipamentos (coletores específicos: material orgânico, papel, metal, vidro, dentre outros) essenciais para a separação desses resíduos na fonte geradora, e, em seguida, que eles sejam direcionados ao processo de compostagem (restos de comida), de reutilização (os plásticos); e os recicláveis (os plásticos e papeis) sejam enviados para a indústria de reciclagem. Por fim, é importante que haja uma ampliação e capacitação dos funcionários que trabalham no manejo dos resíduos gerados por essa empresa.


Texto completo: PDF