Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estudar sobre a educação do surdo: um princípio fundamental para o ensino de espanhol como língua estrangeira
Francisco Leilson da Silva, Ruteneyd Lellys Alves Inacio

Última alteração: 2012-12-13

Resumo


: A inclusão do espanhol como língua estrangeira no currículo do Ensino Médio trouxe para dentro da escola regular um novo profissional, com uma formação específica. Neste trabalho contemplamos a discussão da educação para a pessoa surda na formação inicial do professor de espanhol, cujo objetivo principal foi conhecer como a academia preparou esse novo educador para atender à especificidade do aluno surdo. Para tanto, analisamos as estruturas curriculares dos cursos de licenciatura, que são oferecidos pelas instituições de Ensino Superior, na Cidade do Natal (RN), e aprofundamos nosso estudo por meio de entrevistas abertas ao corpo docente de espanhol da Escola Estadual Anísio Teixeira, na Cidade do Natal (RN). Embasamo-nos numa vasta pesquisa bibliográfica, para discutir e analisar o exposto e, concluímos o seguinte: o professor de espanhol não se sente preparado para o desafio de ensinar ao aluno surdo, o modelo bilíngue (uma conquista dos movimentos surdos no Brasil), não se harmoniza com o modelo praticado na escola, uma vez que falta o conhecimento deste modelo pedagógico (pelo professor) e muitas vezes o profissional intérprete de Libras, portanto se confirmou que o Estado ainda não conseguiu garantir integralmente (na prática), o que já foi garantido no texto da lei. O professor de espanhol precisa compreender melhor sua função social e, portanto a necessidade de se qualificar continuamente para atender a especificidade da pessoa surda, para isso precisa conhecer as discussões sobre a surdez, concernente às identidades, os significados de comunidade e cultura surdas e, consequentemente, conceber a Libras como língua natural e de cognição do surdo, em torno da qual circulam uma série de valores. Assim sendo, o atendimento ao surdo na escola regular ainda é uma desafio para a escola, os educadores e o Estado.


Texto completo: PDF