Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
GEOMORFOLOGIA NO PLANEJAMENTO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO PARA O MUNICÍPIO DE IPUEIRAS – CEARÁ
Julyara Maria Lira Silva, Antonio Carlos Sousa

Última alteração: 2012-09-30

Resumo


Os processos geomorfológicos assim como as formas de relevo são muito importantes para o planejamento ambiental. Nas últimas décadas, a geomorfologia vem sendo utilizada em estudos que visam o planejamento ambiental de diversificadas áreas, permitindo o conhecimento sobre os diversos tipos e formas de relevo, assim como suas potencialidades e fragilidades, principalmente no que se refere ao uso e ocupação do solo. Diante disto, o presente trabalho visa destacar a importância da geomorfologia no planejamento ambiental no processo de uso e ocupação do solo a partir das formas de relevo existentes no município de Ipueiras – Ceará, além de propor medidas mitigadoras para tal processo. Ipueiras está localizada no Noroeste do estado do Ceará, possuindo área de 1474,10 km². O município é composto pelo Planalto da Ibiapaba e por Depressões Sertanejas. Os solos da região são classificados como areias quartzosas distróficas, bruno não cálcico, podzólico vermelho-amarelo, planossolo solódico e latossolo vermelho-amarelo. A vegetação encontrada no município é composta por caatinga arbustiva aberta, carrasco, floresta caducifólia espinhosa, floresta subperenifólia tropical pluvio-nebular e floresta subcaducifólia tropical pluvial. Este município passa por processo de degradação ambiental, tendo como atenuantes as formas de uso e ocupação do solo relacionadas as atividades de agricultura e uso agropastoril, que ocorre de forma desordenada e sem cuidados  preservacionistas, onde é habitual o uso de praticas rudimentares como queimadas, alem da expansão urbana, que tende a ocupar áreas irregulares. A redução destes problemas poderiam ser evitados se houvesse um planejamento que considerasse os elementos físicos para o uso e ocupação do solo levando em consideração as características do relevo local, sendo o planejamento ambiental o veiculo de integração e previsão ambiental que visa a reordenação do uso do solo de maneira que a intervenção do homem tenha menor impacto sobre o ambiente.

Texto completo: PDF