Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM MULHERES COM VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA (HIV): REVISÃO NÃO SISTEMÁTICA
Sabrina Guimarães Paiva

Última alteração: 2012-08-28

Resumo


No Brasil, dados relativos à etiologia e epidemiologia das cervicites, uretrites e condilomas ainda são escassos. A maior parte dos estudos publicados no país, até o momento, avaliou a incidência da infecção pelos diferentes agentes etiológicos em grupos de pacientes tais como populações de alto risco como profissionais do sexo e pacientes atendidas em clínicas especializadas em DST’s, como os pacientes soropositivos para HIV. O HIV pode contribuir para a evolução das lesões por HPV, podendo atuar como cofator na ativação de mecanismos de transformação celular ou deprimindo a imunidade local do trato genital. Mulheres HIV positivas possuem maior prevalência de infecção por HPV e maior susceptibilidade em desenvolver lesões de alto grau. Por ser o HPV um vírus de distribuição universal, e por causar doenças graves como neoplasias, é de grande importância o conhecimento quando associada a outros agentes etiológicos, em destaque nessa presente revisão a coinfecção HPV/HIV.


Texto completo: PDF