Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Relações entre estilo de vida e qualidade de vida no trabalho: Um estudo com os profissionais técnicos administrativos do Instituto Federal Baiano – Campus Santa Inês
CLAUDINEY ANDRÉ LEITE PEREIRA

Última alteração: 2012-08-07

Resumo


Resumo:

 

Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Bahia e teve como objetivo investigar se existe relação entre o estilo de vida e a qualidade de vida no trabalho dos profissionais técnicos administrativos do Instituto Federal Baiano do Campus Santa Inês. Como instrumento de coleta de dados para a qualidade de vida no trabalho, usamos o questionário de Walton que considera os seguintes itens na sua análise: compensação justa e adequada, condições de trabalho seguras e saudáveis, uso e desenvolvimento das capacidades humanas, oportunidade de crescimento e segurança, integração social na organização, constitucionalismo na organização, trabalho e espaço total na vida do indivíduo e relevância social do trabalho. Para avaliar o perfil do Estilo de Vida Individual, optamos pelo modelo proposto por Nahas, que avalia as características nutricionais, o controle do estresse, os níveis de atividade física habitual, os comportamentos preventivos e a qualidade dos relacionamentos. Tais instrumentos foram aplicados, simultaneamente, para 20 servidores técnico-administrativos, dos quais 75% tinham 0 a 5 anos de serviço; 20%, 11 a 15 anos de serviço; e 5%, 6 a 10 anos de serviço. Quanto ao tratamento estatístico, utilizamos o coeficiente de correlação de Sperman, para avaliarmos a associação entre a qualidade de vida no trabalho e o perfil de estilo de vida individual. Concluímos que não existe uma correlação entre essas variáveis, deixando clara a necessidade de um olhar cada vez mais ampliado quando se quer discutir a satisfação do trabalhador no ambiente de trabalho.


Texto completo: PDF