Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Sistema de esgotamento sanitário de Maceió-AL: abrangência do serviço em relação à sua quantidade populacional.
BRUNO TIMÓTEO RODRIGUES, ADELMO LIMA BASTOS, BENÍCIO EMANOEL OMENA MONTE

Última alteração: 2012-08-27

Resumo


Este trabalho demanda diagnosticar, por meio de mapeamento e técnicas de geoprocessamento, a situação dos sistemas de coleta, tratamento e disposição final dos esgotos produzidos pela população e com isso os possíveis meios de contaminação existentes nas praias urbanas de Maceió. Diante da formação desse fenômeno, passou-se a investigar os indicadores formadores e de contribuição, a saber: as galerias pluviais, os ramais de esgotamentos sanitário juntamente com os interceptores tronco e do contingente populacional. A pesquisa foi realizada através de levantamentos feitos em bancos de dados de empresas e órgãos públicos, trabalho de campo, análises estatísticas e interpretações de documentos cartográficos digitais, tendo, como produto final, mapeamentos das variáveis espaciais definidoras do problema estudado. Maceió apresenta uma rede de esgotamento sanitário que atende 170.000 habitantes, significando em torno de 27% da população da cidade. A partir dos resultados desta pesquisa, propõe-se melhorar a eficiência nos sistemas de saneamento, para tanto, seria necessário caminhar em direção a uma arrecadação de fundos para obras de ampliação desse sistema.

Texto completo: PDF