Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Produtividade e características físico-químicas da atemóia com adubação utilizando torta de mamona
Jairton Fraga Araújo, Natali Moura Costa Silva, Joaquim Pereira Neto, Flávia Michele da Silva, Caio Bernardo de Almeida Lima, Mariany Cruz Alves da Silva

Última alteração: 2012-10-24

Resumo


A atemóia é uma espécie pertencente a família anonácea com mercado crescente, contudo, o baixo emprego de tecnologias resulta em baixas produtividades. Considerando tal aspecto a prática da adubação da atemóia é essencial para garantir boa produtividade e qualidade dos frutos. Com o objetivo de avaliar o comportamento agronômico de variedades de atemóia quanto às características químicas dos frutos e a produtividade em resposta à adubação com torta de mamona, conduziu-se um experimento em um pomar com 7 anos de idade em blocos casualizados em esquema fatorial  4 x 5, com quatro  variedades: Q.A.S, African Pride, Gefner e Thompson  e 5 doses de torta de mamona (0; 2; 4; 6 e 8 kg planta-1), totalizando 20 tratamentos com quatro repetições de cinco plantas por parcela. Para avaliar a resposta das doses de torta de mamona sobre as características físico-químicas obtiveram-se as médias de vitamina C (Vit.C), Sólidos Solúveis  (SS); potencial hidrogeniônico (pH) e produtividade (prod.). Para a característica pH a variedade Gefner apresentou o menor valor médio revelando diferença estatística apenas para a variedade Thompson, enquanto as demais variedades não diferiram entre si As variedades Gefner e African Pride, obtiveram as maiores produtividades, mas com relação às características químicas a variedade Gefner obteve maior concentração de vitamina C e Sólidos Solúveis (SS). Ainda a  Gefner e a African Pride, obtiveram os melhores rendimentos físicos e de massa média por frutos nas condições avaliadas.


Texto completo: PDF