Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE SENSORIAL DE DOCE CRISTALIZADO E EM CALDA DE FRUTO DA PALMA FORRAGEIRA (OPUNTIA FÍCUS-INDICA MILL)
Elizabete Soares Cotrim, Valtânia Xavier Nunes, Danyelle Pereira Nogueira, Taissa Nascimento Vilares, Vanessa Fernandes Dias, Carline Guimarães de Oliveira

Última alteração: 2012-09-12

Resumo


No Nordeste brasileiro emprega-se a palma apenas como forragem, deixando de aproveitar o seu fruto, o que o torna pouco difundido na região e gera idealismos errôneos quanto à sua utilização. A fabricação do doce cristalizado e do doce em calda constitui uma das possibilidades de explorar a potencialidade do fruto da palma com intuito de agregar valor a este. O objetivo desse trabalho foi elaborar doce cristalizado e doce em calda com o fruto da palma a partir de uma formulação artesanal e avaliar a sua aceitação sensorial. Os resultados para o doce cristalizado foram muito satisfatórios, com elevada aceitação pelos provadores, sendo o índice de aceitabilidade de 87% marcando as opções “gostei extremamente” e “gostei moderadamente” e intenção de compra de 55%. Para o doce em calda o índice foi de 66% demonstrando uma aceitabilidade moderada, já o valor para a intenção de compra foi de apenas 23%. Os resultados encontrados demonstraram que quando explorado, o fruto da palma é capaz de ser matéria prima de produtos que terão elevada aceitação pelos consumidores e um alto percentual de intenção de compra.

Texto completo: PDF