Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Uso de biorreator fúngico operado em bateladas sequenciais para o tratamento biológico de efluente têxtil diluído
Andreza Santos, Jessica OLIVEIRA, Adriano Cardoso, Karla SILVA, RONALD PESSOA WANDERLEY, kelly Rodrigues

Última alteração: 2012-09-04

Resumo


A indústria têxtil é responsável por 17,5% do Produto Interno Bruto (PIB) de toda a indústria de transformação, porém, do ponto de vista ecológico, os efluentes têxteis podem impactar negativamente o ambiente onde são dispostos se não tratados adequadamente, ocorrendo, por exemplo, a diminuição da penetração da luz, o que dificulta a ocorrência da fotossíntese e altera a quantidade de oxigênio dissolvido na água. O presente trabalho buscou estudar a eficiência do tratamento biológico de efluente têxtil in natura com o uso de Aspergillus niger AN400 em reator em bateladas sequenciais, tendo-se feito o monitoramento do mesmo a partir das variáveis: matéria orgânica carbonácea, pH e corante. O efluente têxtil utilizado foi diluído a 10% (v/v) e foi adicionada glicose (3g/L). Foi obtida remoção média de 84% em relação ao corante, com remoção máxima de 97%.Os valores de pH mantiveram-se na faixa apropriada para o metabolismo dos fungos. A remoção de DQO bruta e dissolvida apresentou média de 69% e 66%, respectivamente. Os resultados indicaram que o sistema foi capaz de boa remoção de corante, contudo é necessário maior otimização da operação da tecnologia a fim de aumentar a eficiência de remoção de matéria orgânica dissolvida, por consequência de possíveis subprodutos da degradação do vermelho do congo e de outros constituintes do meio. 


Texto completo: PDF