Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
ELABORAÇÃO E AVALIAÇÃO SENSORIAL DE PRODUTOS PRODUZIDOS A PARTIR DO APROVEITAMENTO DA CASCA DA ABÓBORA 'JACAREZINHO'( Cucurbita moschata Duschene)
Alessandra Sousa Cordeiro de Sá, Ana Paula Torres, Arão Cardoso Viana, Verônica Nicácio Plácido

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


O Brasil é um grande produtor de vegetais, porém a falta de conhecimento do valor nutricional das partes não convencionais das frutas, verduras e hortaliças tem gerado um grande desperdício de alimentos no âmbito nacional. Com o objetivo de avaliar a aceitabilidade, incentivar o consumo, evitar o desperdício e demonstrar que é possível fazer o aproveitamento total dos vegetais, foram elaborados produtos a partir do aproveitamento da casca da abóbora da espécie Cucurbita moschata Duschene. Esta variedade é popularmente conhecida na região de Petrolina-PE como abóbora “Jacarezinho”. As abóboras pertencem à família das Cucurbitaceae e são amplamente consumidas em diversos países. Para realização deste trabalho elaboraram-se dois produtos: um mousse (doce) e uma torta salgada. Os produtos foram submetidos à análise sensorial que foi realizada no pátio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sertão Pernambucano (IF-SERTÃO) e tiveram como provadores não treinados alunos e servidores públicos da instituição com faixa etária de 15 a 60 anos. Os resultados deste trabalho demonstraram que é possível fazer o aproveitamento das partes dos vegetais que normalmente são jogadas no lixo, evitando o mau aproveitamento dos nutrientes presentes nestes vegetais. Conforme os resultados da análise sensorial e avaliação de intenção de compra dos produtos, concluiu-se que a elaboração de produtos a partir do aproveitamento da casca da abóbora “Jacarezinho” torna-se bastante viável, pois de acordo com pesquisas realizadas na literatura os resultados demonstraram que ambos os produtos foram “bem aceitos”, indicando possível aceitação pelo mercado consumidor. Ressalta-se que, a elaboração destes produtos não só contribui para o aproveitamento total dos alimentos evitando o desperdício, como também para o aumento da disponibilidade de alimentos através de um consumo consciente e responsável.


Texto completo: PDF