Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Epíteto nos nomes de candidatos políticos: a representação dos sujeitos
Poliana Alves Brito, Sylmara Barreira

Última alteração: 2012-10-16

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi analisar o que motiva o sujeito a substituir seu nome “de família”  por um epíteto. A análise teve como base os pressupostos da Análise do discurso e os conceitos teórico-metodológicos de Mussalim e Bentes (2001); Orlandi (1999);Authier-Revuz (1990); Bakhtin (1999) e Pêcheux (2002). Neste trabalho analisou-se o uso de epíteto ou cognome pelos candidatos a vereador no município de Palmas, Tocantins, no ano eleitoral 2012. Foi desenvolvida uma pesquisa exploratória e utilizou-se um protocolo de entrevista estruturada. Os resultados obtidos foram interpretados em relação ao motivo da escolha do epíteto relacionado à prática social e ao contexto social no qual os candidatos estão inseridos. Desta forma, vimos que os epítetos substituem o sobrenome de batismo para que o Outro reconheça o sujeito, pois o epíteto apresenta-se com o valor maior do que o nome de origem e desempenha um importante papel no processo interacional que ocorre na conjuntura de campanhas eleitorais.


Texto completo: PDF