Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Influência dos íons cloreto na qualidade das águas subterrâneas de Crateús-CE
Helena Gomes Loiola

Última alteração: 2012-07-08

Resumo


Um dos ânions inorgânicos que mais ocorrem nas águas naturais e, portanto, um dos grandes responsáveis pela sua qualidade é o íon cloreto (Cl-). Em águas subterrâneas de regiões semiáridas como a do Nordeste brasileiro a concentração desse íon pode atingir valores muito altos, restringindo e/ou inviabilizando o seu uso doméstico. A população rural do município de Crateús, localizado na região semiárida cearense, além de enfrentar problemas relacionados com a escassez de água para abastecimento, também sofre com a má qualidade desse recurso quando está disponível. O objetivo deste estudo, realizado durante 12 (doze) meses, foi analisar a Condutividade Elétrica (CE) e o comportamento da concentração dos íons cloreto das águas de 10 (dez) poços localizados no município de Crateús/CE (02 na zona urbana e 08 na zona rural), avaliando a sua influência na qualidade dessas águas. Os valores da condutividade foram medidos no campo com auxílio de um condutivímetro e os teores de íons cloreto foram obtidos em laboratório, usando-se o método de Mohr. Os resultados mostraram que as águas dos poços P2, P3, P4 e P10 não apresentaram condições de uso doméstico e na agricultura seu uso deve ser restrito a determinadas condições. As águas dos poços P1, P5, P6, P7, P8 e P9, apresentaram teor de íons cloreto abaixo do máximo admitido, no entanto, seu uso deve ser acompanhado de cuidados adequados. As precipitações que ocorreram na região durante o período de realização das análises parecem ter influenciado fortemente o comportamento desse parâmetro hidroquímico.


Texto completo: PDF