Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO AGRONÔMICA DA COLEÇÃO DE TAMAREIRAS DO PARQUE JOSEFA COELHO DE PETROLINA-PE
Fátima Alves Teixeira, Rita de Cássia Souza Dias, Alessandra Alves Fabrício, Kátia Mylena Nonato Andrade, Léia Santos Damaceno, Viseldo Ribeiro Oliveira

Última alteração: 2012-08-25

Resumo


O presente trabalho visou caracterizar e avaliar agronomicamente 75 tamareiras da coleção do Parque Municipal Josefa Coelho em Petrolina-PE, no intuito de selecionar plantas para enriquecer o BAG de Tamareira da Embrapa Semiárido. No período de janeiro a março de 2012, observou-se a biologia floral, frutificação, perfilhamento, diâmetros do caule em dois pontos do caule (D1= a altura de 0,50 m do solo e D2= a 1,80 m) e altura de planta. Foram avaliados também os frutos das plantas PMCJ 04 e PMCJ 17 quanto à massa de fruto (MF) e da semente (MMS),  formato do fruto, aspecto do fruto, textura da polpa, sólidos solúveis (SS), acidez titulável e pH. Quanto à biologia floral, observou-se que 34,6% das plantas são femininas, 29,3% masculinas e 36% ainda não possível a identificação do sexo. Quanto à frutificação, apenas 11,5% das plantas femininas frutificaram e  20% das plantas apresentaram rebentos. Com relação à caracterização das plantas, as amplitudes observadas para D1 foi de 1,23 m a 2,62 m; D2, variou de 1,30 m a 2,84 m e a altura das plantas oscilou de 3,5 m a 14,0 m. Os frutos da progênie PMJC17 foram predominantemente amarelo e ovóide, enquanto que de PMJC04, vermelho e formato subcilíndrico. Apresentaram médias para MF de 14,6 g, MS variando de 0,4 mg a 0,7 mg, SS em torno de 36°Brix e acidez variando de 0,22 a 0,19%. Com relação à textura de polpa e aspecto do epicarpo, as progênies apresentaram textura fibrosa e epicarpo suave. Em função da baixa frutificação das progênies, não foi possível selecionar nenhuma planta neste ciclo, associando-se e características morfoagronomicas desejáveis e presença de rebentos.

 


Texto completo: PDF