Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Comparação da eficiência de remoção de vermelho do congo por fungos em reator em bateladas sequenciais em ciclos de 48 h e de 24 h.
Manuela Miranda, Camila Gabriele, Glória Marinho, Ronald Wanderley, Kelly Rodrigues, Marcus Andrade

Última alteração: 2012-10-17

Resumo


O grande crescimento industrial associado ao descarte indevido de efluentes têxteis em corpos hídricos tem contribuído intensamente para a degradação ambiental, pois estes efluentes são altamente coloridos, compostos por corantes de moléculas complexas e de difícil biodegradação. Dentro deste contexto e no intuito de diminuir os impactos ambientais, o presente estudo teve como objetivo a remoção do corante vermelho do congo de água residuária sintética têxtil, utilizando reator em bateladas sequenciais inoculado com Aspergillus niger AN400. O reator foi montado em escala laboratorial e operado em duas fases. A fase I foi composta de 25 ciclos de 48 horas e a fase II compreendia 10 ciclos de 24 horas de duração cada. Durante o experimento, foram analisadas as variáveis: teor de corante, matéria orgânica e pH, utilizando a sacarose na concentração de 0,5g/L como cossubstrato. O experimento alcançou bons resultados, apresentando eficiência máxima de remoção de corante de 99% em três ciclos na fase I (2º, 7º e 22º ciclo) e de 98% no 3º ciclo na fase II.  Em relação à matéria orgânica, a eficiência média da DQO bruta foi de 92% e a da DQO dissolvida foi de 94% na fase I e 63% e 67%, respectivamente na fase II.  Estes resultados indicaram que, embora tenha ocorrido eficiência do sistema em ciclos de 24 h para remoção do corante, neste tempo não houve remoção adequada de subprodutos formados com base na diminuição da eficiência de remoção de DQO dissolvida e das informações obtidas no ensaio de varredura. Dessa forma, o sistema mostrou-se como uma alternativa viável para tratar águas residuárias têxteis em ciclos operacionais de 48 h, requerendo estudos mais aprofundados a fim de maior otimização do mesmo

Texto completo: PDF