Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Agenda 21 Local no Nordeste: uma análise nos processos de elaboração e divulgação
Cieusa Maria Calou e Pereira, Sheron Maria Silva Santos, Jackson de Melo Freitas, Cícera Lyndiane Ferreira Lima, Leonardo Gabriel de Sousa, Joanderson Bezerra de Sousa

Última alteração: 2012-09-21

Resumo


A Agenda 21 é um documento que aborda as principais ações que os países devem executar nas questões ambientais, sociais e econômicas, contemplando os princípios do desenvolvimento sustentável. A Agenda 21 foi um dos documentos propostos na Conferencia das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD) - Rio-92, no qual cada país deveria elaborar suas agendas 21 e também seus estados e municípios. Considerando isso, o presente trabalho tem como objetivo analisar o quadro do desenvolvimento dos processos de elaboração das Agendas 21 na região Nordeste, verificando as causas que justificam a variabilidade dos dados apresentados. Para tanto foi utilizado pesquisas bibliográficas, bem como consulta em órgãos como o Ministério do Meio Ambiente – MMA, para levantamento de dados, apresentados por meio de gráficos. Constatou-se que entre os anos 1996 e 2002, período inicial do desenvolvimento do projeto da Agenda 21 brasileira a região que mais se destacou foi a Nordeste, no entanto dados de 2009, demonstra um declínio, explicando que alguns municípios iniciaram seus processos e não terminaram. Entretanto, segundo José Vicente Freitas, coordenador da Agenda 21 brasileira, os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE atribui o recuo a uma consistência maior de planos para o desenvolvimento sustentável atualmente, em relação a 2002, que expressou um entusiasmo inicial, contudo sem grandes resultados, em virtude da falta capacidade técnica para dar sustentação a essa iniciativa.

Texto completo: PDF