Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
AVALIAÇÃO E COMPARATIVO DO DISCURSO SOBRE DROGAS NA MÍDIA IMPRESSA PARAIBANA
Anna Araújo Dutra

Última alteração: 2012-09-13

Resumo


O uso de drogas é um problema que se arrasta desde os primórdios da nossa civilização. Entretanto, na nossa sociedade atual, o interesse da população no uso de várias drogas sejam essas lícitas ou ilícitas tem aumentado relativamente ao passar do tempo e os meios de comunicação tem uma colaboração considerável nesse aumento. Além disso, o uso dessas substâncias tem se iniciado cada vez mais cedo, e o assunto ainda é um tabu em nossa sociedade. Se já é difícil para a família que é produto de uma sociedade onde a mídia exerce um forte poder de comunicação entre as pessoas, onde muitas vezes o que é divulgado na mesmo faz parte de uma realidade destorcida e o público acata-a sem questioná-la, para a escola então, é uma missão ainda mais difícil, porém é aonde se deve começar. Os meios de comunicação e a educação devem estar interligados para um trabalho sócio educativo de maior relevância. Nesse sentido o presente artigo apresenta um trabalho onde se tem o objetivo de fazer um comparativo da abordagem das drogas entre duas mídias paraibanas, visando avaliar de uma forma mais ampla como a mídia influência no conteúdo das drogas, identificar a visão ideológica que permeia a construção das notícias veiculadas nessas e sugerir estratégias midiáticas para se adotar uma abordagem educativo-preventiva adequada ao problema. Contando com a utilização de recursos tecnológicos e com a interdisciplinaridade que nos permite utilizar inclusive aplicações matemáticas para o levantamento de dados e sua quantificação.

Texto completo: PDF