Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Avaliação da reatividade do metacaulim reativo produzido a partir do resíduo do beneficiamento de caulim como aditivo na produção de argamassa
Márcia Campos Santos

Última alteração: 2012-08-08

Resumo


O avanço tecnológico nos vários setores industriais vem acompanhado com o aumento da produção de matérias primas e consequentemente o aumento dos resíduos gerados durante o processo de seu beneficiamento. No setor mineral do Rio grande do Norte não é diferente, um exemplo dessa situação é a quantidade de resíduo gerado nas indústrias de exploração e beneficiamento do caulim, cerca de 7500 toneladas de resíduos por mês. Isso se dá por que o rendimento do processo de beneficiamento do caulim é de aproximadamente 25%, ou seja, para cada tonelada de caulim beneficiado são gerados 750 kg de resíduo e apenas 250 kg de caulim comercializável. A construção civil é considerada um mercado bastante atrativo para a reciclagem de resíduos, porque consome grande quantidade de materiais que não requer grandes sofisticações técnicas, essa iniciativa é bastante interessante no ponto de vista de minimizar os impactos ambientais negativos causados pela indústria de exploração e beneficiamento do caulim do Rio Grande do Norte. Sob esse ponto de vista, este trabalho avaliou a potencialidade do metacaulim reativo (MR) produzido a partir do resíduo de beneficiamento do caulim em argamassas para construção civil, com adições de 5%, 10% e 20% da massa do cimento. Foi constatado que os traços com a presença do MR apresentaram um aumento considerável nas suas propriedades mecânicas quando comparado ao traço padrão e ao traço de 10% de adição do metacaulim industrial na massa de cimento (MI).


Texto completo: PDF