Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estado nutricional e risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares de adolescentes
Benacélia Rabelo da Silva, Luzivânia Flávia Andrade de Lima, Antonia de Maria Anastacio Cosme, Jéssica Cyntia Menezes Pitombeira, Jânia Maria Augusta da Silva, Juliana Zani Almeida

Última alteração: 2012-08-27

Resumo


O excesso de peso constitui um importante problema de saúde pública no mundo, com advento do avanço tecnológico e o acelerado processo de industrialização, os indivíduos passaram a produzir e consumir mais alimentos industrializados e reduziram a pratica de atividade física independente da faixa etária, contribuindo assim para surgimento de doenças cardiovasculares. A obesidade abdominal vem sendo considerada um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, principal responsável pela o aumento da morbidade e mortalidade mundial. O presente estudo teve como objetivo determinar o estado nutricional e o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares de adolescentes de uma escola pública do município de Limoeiro do Norte-CE. A amostra em estudo foi constituída por 274 adolescentes de 11 a 15 anos de ambos os gêneros. Realizou-se aferição da massa corporal, estatura e da circunferência abdominal. Foi identificada uma prevalência de excesso do peso (sobrepeso e obesidade), sendo 26,97% nas adolescentes e 23,77% dos adolescentes. A circunferência abdominal indicou risco cardiovascular de 26,32% e 16,39% para os adolescentes do sexo feminino e masculino, respectivamente. A obesidade tem aumentado na adolescência, paralela a redução de atividade física, mostrando ser importante incentivar os mesmos a adotarem hábitos de vida saudáveis para a prevenção de doenças futuras.


Texto completo: PDF