Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Avaliação da atividade antimicrobiana das plantas Spondias purpurea L., Spondias mombin L., e Azadirachta indica A. sobre cepas isoladas de caprinos com aptidão leiteira
Anna Jacinta Dantas de Medeiros, Francisco Marlon Carneiro Feijó, Caio Sérgio Santos, Frederico Silva Thé Pontes, Cristiane Ribeiro Lucas, Dayan Deceseri de Moura Bezerra de Melo

Última alteração: 2012-08-30

Resumo


Pretendeu-se com esse trabalho pesquisar a ação antimicrobiana in vitro dos extratos das folhas de Spondias purpurea L.(cirigueleira), Spondias mombin L (cajá) e Azadirachta indica A (nim) sobre cepas bacterianas isoladas de caprinos. A metodologia consistiu em preparar extratos a 1%, 2% e 3% de p/v das referidas plantas e em seguida, realizar o teste de sensibilidade aos extratos por difusão em ágar baseados na metodologia do Teste de Sensibilidade a Antimicrobianos por Disco-difusão, tendo como controle positivo o iodo e o controle negativo a água destilada estéreo. De acordo com os resultados obtidos, a microbiota bacteriana encontrada nas coletas foi a seguinte: Bacillus megaterium, Bacillus sp., Corynebactérias, Enterobactersp., Cellulomonas sp., Staphylocccus aureus, Streptococcus sp. e Staphylocccus coagulase negativa. A espécie mais comumente identificada foi S. coagulase negativa, a qual é um dos principais causadores da mastite. Dentre os extratos estudados, o cajá apresentou atividade, formando halo de inibição sobre todas as amostras bacterianas e apresentando melhor ação sobre a S. coagulase negativa (15, 18 e 20 mm), S. aureus (14, 15 e 20 mm) e Streptococcus sp. (18, 19 E 20 mm) respectivamente a 1%, 2% e 3% (p <0.05). Esses dados reafirmam a ação antimicrobiana do cajá. Quanto a ação dos extratos das folhas Nim e Ciriguela, houve ausência de inibição dos mesmos sobre as cepas bacterianas. Conclui-se que a bactéria encontrada em maior quantidade nas amostras foi o S. coagulase negativa e que o extrato de cajá apresentou atividade inibitória, principalmente sobre o S. coagulase negativa, S. aureus e o Streptococcus sp.


Texto completo: PDF