Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Caracterização e fitotoxicidade de efluentes líquidos produzidos em laboratório de ensino de química de instituição de ensino técnico e tecnológico.
Hannah Rayanny Vasconcelos, Hugo Leonardo de Brito Buarque

Última alteração: 2012-09-04

Resumo


Os laboratórios químicos de instituições acadêmicas são potenciais geradores de contaminação de águas e solos, particularmente daquelas instituições localizadas em municípios com esgotamento sanitário deficiente. Este estudo pretendeu caracterizar a natureza e o quantitativo de efluentes líquidos gerados em atividades acadêmicas de laboratórios de instituições de ensino técnico e tecnológico, como também avaliar o potencial de fitotoxicidade de tais efluentes. Dessa forma, efluentes de um laboratório acadêmico foram caracterizados e quantificados (em volume) quinzenalmente, por um período de seis meses. Ainda, alíquotas desses resíduos líquidos foram coletadas e avaliadas quanto a sua fitotoxicidade, a partir da determinação do índice de germinação dos extratos produzidos em contato com sementes de Brassica oleracea var. capitata. Observou-se que os efluentes químicos avaliados podem apresentar um elevado potencial de fitotoxicidade, e consequentemente de contaminação de solos e corpos aquáticos, embora produzidos em quantidades relativamente pequenas.


Texto completo: PDF