Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Levantamento das Espécies de Plantas Medicinais Utilizadas no Município de Quixadá-Ceará
Antonia Valéria sousa machado, Francisca Gleiciane Eloi da Silva, João Carlos da Costa Assunção, Ana Angélica Mathias Macêdo, Maria Kueirislene Amâncio Ferreira

Última alteração: 2013-03-26

Resumo


O Brasil é um dos países mais ricos do mundo em biodiversidade, abrigando entre 15% a 20% das espécies de plantas e animais do mundo. No Nordeste, há uma variedade muito grande de espécies de plantas medicinais naturais da região, que são utilizadas com frequência para várias aplicações. A utilização das plantas medicinais é uma prática caseira muito antiga e há vários anos vem sendo empregada pela população para tratar, curar ou prevenir problemas de saúde. As informações sobre as plantas vêm sendo repassadas de geração a geração. Nesta pesquisa, utilizamos como técnica de coleta de dados, um questionário sobre a utilização das plantas medicinais. As perguntas foram conduzidas durante visitas domiciliares e após o preenchimento do questionário, os resultados foram contabilizados para posterior análise; visando promover um levantamento das espécies de plantas medicinais utilizadas nesse município. Analisando os dados, observou-se que a maioria dos moradores utilizam plantas para tratar algum tipo de problema de saúde, sendo utilizadas com mais frequência à erva-cidreira (Lippia Alba Mill.) 21%, hortelã (Mentha villosa Huds) 18%, boldo (Peumus boldu Mol.) 17% e capim-santo (Cymbopogon citratus Stapf.) 16%, por serem encontradas com mais facilidade na região. Muitas pessoas cultivam plantas medicinais em suas casas, pois alegam que é uma maneira mais prática e rápida de melhor acesso quando for preciso utilizá-las. Algumas pessoas utilizam mais não cultivam devido à falta de tempo, outras não tem espaço em suas residências e, a minoria por falta de interesse. Pôde-se perceber durante a contabilização das respostas do questionário que o conhecimento sobre os benefícios das plantas medicinais é bem diversificado.


Texto completo: PDF