Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
CARACTERÍSTICA DO SOLO DA ÁREA DE INFILTRAÇÃO DE EFLUENTES DOMÉSTICOS DE UMA ETE
Régia Lúcia Lopes, Angélica Souza Santos

Última alteração: 2012-09-03

Resumo


O destino de efluentes de estação de tratamento de esgotos (ETE) pode ser os corpos d’água, a infiltração no solo, ou o reuso para fins diversos. A infiltração de efluentes no solo pode acarretar em modificações na estrutura provocando alteração na capacidade de infiltração do solo por obstrução dos poros e formação de crosta superficial, assim como consequências danosas de ordem ambiental. Este trabalho apresenta estudos preliminares na área de infiltração da ETE de Ponta Negra, composta por um conjunto de 18 valas de infiltração, com dimensões de aproximadamente 2,5 m x 100 m. Os solos da região são de características predominantemente arenosas e até então poucos estudos tem se realizado acerca das condições em que se encontra o solo e como alguns parâmetros físico-químicos e biológicos variam após a infiltração do efluente. Foram realizadas coletas de amostras em área de infiltração e determinado a granulometria, umidade natural, pH e teor de matéria orgânica.  Os resultados mostraram que o solo é classificado como areia mal graduada, com pouco ou nenhum fino (SP), propícia a infiltração de efluentes, com excelente características de drenagem, no entanto essas características podem ser alteradas em função do efluente infiltrado. O solo apresentou alto teor de matéria orgânica devido a infiltração de efluentes e um pH na faixa de 4,5 a 6,3, caracterizando-se como um solo relativamente ácido. Faz-se necessário dar continuidade aos estudos para verificar as modificações ocorridas no solo, ao longo do tempo, e na capacidade de depuração dos efluentes sem interferir na qualidade do solo e do aquífero.


Texto completo: PDF