Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
INCLUÊNCIA DA AÇÃO ANTRÓPICA NAS PERDAS DE ÁGUA E SOLO EM MICROBACIAS EXPERIMENTAIS NO SEMIÁRIDO CEARENSE
José Ribeiro de Araújo Neto, Helba Araújo de Queiroz Palácio, Eunice Maia de Andrade, José Wellington Canuto Lima, Paulilo Palácio Brasil

Última alteração: 2012-09-12

Resumo


O presente estudo tem como objetivo investigar a influência da ação antrópica na lâmina escoada e na produção de sedimentos em microbacias de escoamento efêmero no semiárido cearense. O trabalho foi desenvolvido em três microbacias experimentais com áreas de 1,15; 2,05 e 2,80 ha, respectivamente, localizadas no município de Iguatu, Ceará. Uma microbacia foi mantida inalterada com Caatinga nativa, outra foi aplicada o raleamento da vegetação e a terceira microbacia foi manejada com corte/queima e plantação da gramínea (Andropogon gayanus, Kunt) para produção de pasto. O monitoramento foi realizado nas estações chuvosas dos anos de 2009 e 2010. As microbacias foram equipadas com estações automáticas contendo pluviógrafos, torres automáticas de sedimentos instaladas no exutório de cada microbacia e calha Parshall equipada com linígrafo automático. Os resultados mostraram que o manejo da vegetação influencia na produção de sedimentos e nas lâminas escoadas nas microbacias. O manejo da queima com plantação de pastagem foi o mais agressivo quanto as produções de solo e água, principalmente para os primeiros eventos quando a vegetação não se desenvolveu completamente. Já o raleamento da vegetação apresentou-se como um excelente manejo para produção de pastagem, sendo as produções de sedimentos e as lâminas escoadas, inferiores a área mantida nativa, mesmo para microbacias com condições edafoclimáticas similares.

Texto completo: PDF