Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Estudo comparativo entre a quantidade de fenólicos totais presentes em folhas e cálices de Hibiscus sabdariffa L
Marianna Lima de Carvalho, Bruna Ribeiro da Silva, Manoel Marques da Silva, Kelly Anne Vale Carcará, Rosiane Rodrigues de Amorim

Última alteração: 2012-10-18

Resumo


O objetivo desse trabalho foi correlacionar a quantidade de fenólicos e atividade antioxidante presentes nos extratos aquosos, hidroetanólicos e etanólicos das folhas e cálices do Hibiscus sabdariffa L. Os extratos foram obtidos, utilizando 10 g de folhas e cálices previamente triturados e 100 mL de solvente (água e álcool). A determinação dos fenólicos totais foi pelo método de Folin-Ciocalteu, utilizando-se como padrão o ácido gálico e a atividade antioxidante pelo método de captura de radicais livres por DPPH (radical 2,2-difenil-1-picril-hidrazila). Os teores de fenólicos totais das folhas foram de 45,08 e 108,39 µg/ml de equivalente ácido gálico nos extrato aquoso e etanólico, respectivamente e para os cálices foram 12,10 e 19,24 µg/ml de equivalente ácido gálico nos extrato aquoso e etanólico, respectivamente. Já para a atividade antioxidante utilizando o radical DPPH os extratos aquosos das folhas e cálices apresentaram uma proteção do radical de 70,21% e 32,26%, respectivamente. Demonstrou-se, dessa forma, que as folhas e cálices do H. Sabdariffa L possuem compostos com propriedades de combater os radicais livres e seu consumo deve ser estimulado, pois traria benefícios à saúde da população.


Texto completo: PDF