Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Perfil socioeconômico dos consumidores de hortaliças da cidade de São José da Lagoa Tapada - PB
Diego Resende de Queirós Pôrto, José Augusto

Última alteração: 2012-10-15

Resumo


O consumidor se bem orientado, passa a contribuir para o crescimento econômico de áreas comerciais de hortaliças, daí vem à importância do conhecimento do perfil socioeconômico dos consumidores. Com o presente estudo objetivou-se caracterizar o perfil socioeconômico dos consumidores de hortaliças da cidade de São José da Lagoa Tapada - PB, no sentido de oferecer subsídios para que os produtores e o comércio varejista implantem estratégias operacionais mais adaptadas a essa nova exigência do mercado consumidor. A pesquisa foi desenvolvida durante o mês de janeiro de 2011 em feiras livres e supermercados. No delineamento da amostra representativa da população em cada estabelecimento, utilizou-se o método de amostra simples sistematizada. Considerou-se as variáveis relativas aos aspectos socioeconômicos. A avaliação dos resultados foi desenvolvida através de análise tabular e descritiva dos dados. Os resultados obtidos mostraram que a maioria dos consumidores possuem entre 26 e 35 anos. A maior parte dos entrevistados é funcionário público, com renda familiar mensal em torno de um a dois salários mínimos e possuem 2º grau completo. A maioria são oriundos da zona urbana, preferem comprar as hortaliças em feiras livres uma vez por semana quando se gasta em média entre R$11,00 e R$20,00. As olerícolas mais consumidas são o coentro, a batatinha e o tomate. Entre os atributos verificados para escolha predomina o não uso de agrotóxicos nas hortaliças a serem compradas, bem como acreditam que hortaliças orgânicas propiciam uma melhor qualidade de vida aos consumidores.


Texto completo: PDF