Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Dança e sua pluralidade: Vivência com os idosos de São Miguel do Gostoso
Maria Auxiliadora Ribeiro de Oliveira, Maria Elizabete Sobral Paiva

Última alteração: 2012-09-04

Resumo


A cultura popular é uma tradição transmitida através da oralidade. Essa tradição é que mantêm viva a cultura de um povo simples. Um dos discursos dessa cultura é transmitido por meio da dança, pois é através de lendas e contos, e da própria palavra que passa de boca em boca, que se constroem histórias em um país. Com isso, percebemos a importância em discutir esse tema tão importante, e que é alvo de estudo de grandes autores. Entretanto, nosso trabalho foi fundamentado nos autores Michel de Certeau e Maria da Conceição de Almeida. A dança popular é um exemplo dessa tradição. Esse saber é de fundamental importância para a construção do patrimônio cultural de uma cidade, de uma região e de um país. Portanto, o presente estudo investigou os saberes dos idosos, através de métodos como gravações e entrevistas, realizadas na própria residência dos idosos, com o objetivo de coletar os dados para que se pudesse construir um acervo dessa manifestação cultural. Os resultados demonstram que a dança popular como o Pastoril e o Boi de Reis de São Miguel do Gostoso, já não está sendo mais realizada. Esse resultado evidencia a ausência de projetos no município, que promovam a valorização dessas danças populares. Com base nos dados coletados, foi possível sugerir que as entidades políticas da cidade, se mobilizem de alguma forma, para manter essas manifestações vivas, pois são elas que fazem a História.

Texto completo: PDF