Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Produção e qualidade de figos sob diferentes adubações com resíduos orgânicos
Valéria Maria dos Santos, Josefa Daiana Araújo Lopes

Última alteração: 2013-03-13

Resumo


Nas propriedades rurais é comum o acúmulo de estercos animais que muitas vezes são desperdiçados ao invés de serem aproveitados como adubos. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a produção e qualidade de figos (Ficus carica) para consumo in natura produzidos com diferentes adubos orgânicos nas condições edafo-climáticas do Alto Sertão Paraibano. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com cinco tratamentos: T1=Sem adubação (TEST), T2=Cama de aviário (CA), T3=Esterco de ovino (EO), T4=Esterco bovino (EB), T5=Composto orgânico (CO); com quatro repetições, sendo a unidade experimental composta por três plantas. As avaliações foram realizadas semanalmente, sendo analisadas: número de frutos por tratamento e por época, massa do fruto (g), diâmetros longitudinal e transversal dos frutos (mm), relação diâmetro longitudinal/diâmetro transversal dos frutos, º Brix (% de sólidos solúveis) e relação massa do fruto/brix. A figueira responde bem as adubações orgânicas com resíduos animais e composto orgânico. O composto orgânico e o esterco bovino apresentaram os melhores resultados na adubação das plantas, trazendo os maiores benefícios na quantidade de frutos e no tamanho dos mesmos.


Texto completo: PDF