Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Avaliação dos conhecimentos da população escolar de Santa Cruz – RN relacionados a hábitos de higiene e às enteroparasitoses
Daniel Silva de Morais, Valeska Alves Evangelista, Carolina Corado

Última alteração: 2012-08-21

Resumo


O parasitismo intestinal ainda se constitui um dos mais sérios problemas de Saúde Pública no Brasil. Isso se dá, principalmente, por sua correlação com o grau de desnutrição das populações, afetando especialmente o desenvolvimento físico, psicossomático e social dos aprendizes. Este estudo visa evidenciar em que situação se encontram os conhecimentos básicos, as atitudes relacionadas e a percepção que a população escolar de Santa Cruz possui acerca das enteroparasitoses. A avaliação foi feita utilizando de questionários elaborados por esta equipe, aplicado em grupos escolhidos com base na faixa etária e no conteúdo escolar, e os dados foram comparados entre grupos de estudantes provenientes das diferentes séries. A análise dos questionários forneceu informações no que diz respeito aos hábitos diários de higiene dos aprendizes e conhecimento básico dos mesmos sobre as enteroparasitoses. Ademais, mostraram que, embora, 90% dos entrevistados morem em área urbana e tenham o lixo recolhido por um sistema de limpeza urbana, 56,67% já tiveram algum tipo de verminose, e que entre os alunos que já estudaram sobre o tema, as práticas de higiene são mais bem aplicadas ao cotidiano. Isso mostra que o conhecimento e as ações advindas dele são pilares fundamentais na erradicação das enteroparasitoses. Os resultados obtidos servirão de guia para a elaboração e promoção de campanhas de esclarecimento na comunidade escolar santa-cruzense, abordando o controle de enteroparasitoses no local, pois, como mencionado, atitudes educativas precisam ser integradas a um processo contínuo da educação e do controle das enteroparasitoses.

Texto completo: PDF