Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Captação e manejo da água de chuvas na comunidade do Planalto Renascer, Quixadá-CE
Jacqueline Fontenele Vieira, Isabelly Silveira Freitas, Jhéssica Viana de Almeida, Themis Alves Oliveira, Fernanda de Rezende Pinto, Mayhara Martins Cordeiro Barbosa

Última alteração: 2012-10-16

Resumo


A escassez hídrica no semiárido nordestino não está associada apenas a adversidade climática, mas também a inadequação das atividades humanas, pois a sazonalidade das chuvas pode favorecer o aproveitamento do índice pluviométrico através da captação dessas águas em diversos reservatórios. Contudo, deve-se atentar ao manejo da água captada, pois se realizado de maneira inadequada, pode causar contaminação ao recurso armazenado. O estudo objetivou analisar a captação e manejo das águas de chuvas em uma comunidade com características de transição entre as zonas rural e urbana do município de Quixadá-CE. Para isso, um questionário foi aplicado em 55 residências localizadas na comunidade do Planalto Renascer. Do total de residências, apenas 12,72% armazenavam água proveniente das chuvas em reservatórios (cisternas). Em relação à higienização das cisternas, todos os proprietários afirmaram realizá-la pelo menos uma vez ao ano, porém 75% destes referiram não efetuar a limpeza da superfície de captação e ductos, nem realizar o desvio das primeiras chuvas. A maioria considerou não saber a distância dos reservatórios em relação às fontes de contaminação. Apenas 75% dos possuidores de cisternas afirmaram efetuar a filtração da água após ser retirada do reservatório; e ninguém considerou executar a desinfecção da mesma. Segundo os donos dos reservatórios após a construção dos mesmos a problemática da disponibilidade de água potável foi resolvida. Com o exposto notabilizou-se deficiências como: manejo inadequado dos reservatórios, o desconhecimento da necessidade de desinfecção da água, além da ineficiência das políticas públicas voltadas a disseminação dos reservatórios.

Texto completo: PDF