Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
DESENVOLVIMENTO DE UMA UNIDADE DE DESPARAFINAÇÃO MECÂNICA – UDM EM UM CAMPO DE PETRÓLEO
João Vicente Santiago do Nascimento, Josemberg de Assis Severiano, Silvanito Alves Barbosa

Última alteração: 2012-10-20

Resumo


A característica do óleo contida na maioria dos reservatórios de petróleo situados na bacia Sergipe-Alagoas, é parafínica. Por isso, em alguns poços, mais especificamente, no campo de Furado situado em Alagoas, é comum ocorrer à precipitação de parafina ao longo da coluna de produção, causando a obstrução da mesma devido ao seu excesso. Diante deste fato, faz-se necessário a utilização de um processo denominado desparafinação, com intuito de evitar possíveis precipitações de parafinas e, consequentemente, manter o fluxo de produção do poço constante. A unidade de desparafinação mecânica (UDM) consiste em um equipamento utilizado no processo de desparafinação de poços surgentes, ou em poços que operam com sistema de elevação por gás-lift, visando apresentar vantagens operacionais e econômicas sobre os métodos tradicionais de desparafinação (térmica e mecânica) mantendo o poço em produção durante o seu processo de operação, além de proporcionar baixo custo de operação e manutenção. Em síntese, este trabalho objetivou analisar os aspectos e impactos operacionais antes e depois da implantação da UDM. Enfim, foi possível obter resultados relevantes num determinado campo de petróleo, tais como: aumento da quantidade de intervenção dos poços, levantamento de custos operacionais para produção e manutenção, como também foi constatado vantagens e desvantagens da utilização das unidades operacionais de desparafinação comumente aplicadas no campo de petróleo em estudo.

Texto completo: PDF