Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Uso de extratos vegetais como indicadores naturais de pH: uma ferramenta didática pedagógica
francisca itala da silva paiva valdevino, Sebastiana Estefana Torres Brilhante, Leonardo Alcântara Alves, Francisco Barros de Oliveira Neto, Luciana Medeiro Bertini

Última alteração: 2012-08-30

Resumo


Diante das várias dificuldades para se expor o conteúdo da disciplina de Química é constante a busca de material alternativo que facilite seu aprendizado. Nesse contexto, foi investigado o uso dos extratos etanólico de diversos vegetais, tais como: gitirana (Ipomoea glabra Choisy), mangerioba do Pará (Senna alata), beterraba (Beta vulgaris L.) urucum (Bixa orellana)como indicador natural de ácidos e bases, a partir de testes laboratoriais que apontem propriedades identificadoras de pH. Inicialmente avaliou-se a variação na coloração dos extratos utilizando para isso soluções tampão com pH 3, 7 e 12. Dentre os vegetais citados apenas as flores de gitirana apresentaram atividade indicadora relevante com coloração variando entre rosa (pH 3, ácido); incolor (pH 7, neutro) e verde (pH 12, básico). O extrato do vegetal foi posteriormente adicionado em tubos de vidro contendo soluções tampão com pH variando de 2 a 13. A variação na coloração do extrato mostrou que o mesmo tem boa atividade indicadora de pH.


Texto completo: PDF