Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
RESGATANDO O CONHECIMENTO SOBRE PLANTAS MEDICINAIS ENTRE OS ALUNOS DE EJA DO IFRN SANTA CRUZ
Leandro Pontes Nascimento, Lourival Confessor Neto, Naiara Silva Faustino, Leandro Silva Costa

Última alteração: 2012-09-06

Resumo


As plantas medicinais são caracterizadas como vegetais utilizados pelo ser humano na cura/ tratamento das mais diversas enfermidades. Cerca de 80% das pessoas em países em desenvolvimento no mundo dependem da medicina tradicional para as suas necessidades básicas de saúde. Com base nesses dados, surgiu a necessidade do desenvolvimento de trabalhos de educação, a fim de retomar/resgatar o conhecimento popular de plantas medicinais e repassá-lo à sociedade mais jovem. Este trabalho teve como objetivos realizar um levantamento das plantas utilizadas e descrever a metodologia de utilização dessas plantas (parte da planta utilizada, modo de preparo e consumo etc.) pelos alunos dos cursos EJA do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Campus - Santa Cruz). Os resultados mostram que a maioria dos estudantes entrevistados conhece e faz uso de plantas medicinais, ficando com a minoria aqueles que não conhecem nem fazem uso. O aumento no uso de plantas medicinais está provavelmente relacionado à deterioração das condições econômicas nos países do terceiro mundo. Poucos dos entrevistados sabem ao certo descrever as propriedades terapêuticas e contra-indicações das plantas em que eles fazem uso. Por fim, os resultados mostram a necessidade de realizar trabalhos com o objetivo de transmitir a população, a comunidade um pouco desse mundo de plantas medicinais, já que é inegável a falta de conhecimento referente às plantas brasileiras com potencial farmacológico, o que também cria uma grande necessidade de se realizar uma avaliação científica, metódica e exata que permita investigar as propriedades terapêuticas de certos vegetais.


Texto completo: PDF