Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Satisfação no trabalho dos servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN, Câmpus Nova Cruz
Dalvanize Costa Valdevino, Thiago José de Azevêdo Loureiro

Última alteração: 2012-08-24

Resumo


O setor de Gestão de Pessoas esta buscando uma satisfação mutua no órgão, e por isso tem alinhado os objetivos estratégicos da organização com o projeto de vida de seus colaboradores, para que assim, ambas as partes, possam atingir suas metas. Com o passar dos anos e em busca do alcance dos objetivos da empresa, os gestores deram-se conta de um fator importante para atingir suas metas: satisfazer seus colaboradores no ambiente de trabalho. A satisfação no trabalho pode ser entendida com um estado emocional proveniente das relações interpessoais e características individuais, desejos, e valores do indivíduo em seu ambiente de trabalho. A pesquisa é do tipo pura, descritiva e sua abordagem é qualitativa. Os dados secundários foram obtidos mediante pesquisa bibliográfica em livros e artigos científicos disponíveis na internet. Os dados primários foram obtidos através de aplicação de questionários numa amostra de 33 servidores (80% da população) e apresentados em gráficos do tipo pizza e subsidiaram as conclusões. A pesquisa objetiva identificar o grau de satisfação dos servidores do IFRN, Câmpus Nova Cruz/RN, a luz da Teoria dos dois Fatores de Frederick Herzberg, especificamente do grupo de fatores motivacionais. A teoria dos dois Fatores de Frederick Herzberg indica que a satisfação e a insatisfação das pessoas são influenciadas por dois conjuntos independentes de fatores - motivacionais e higiênicos. Conforme dados obtidos pode-se afirmar que 81% dos servidores do IFRN estão satisfeitos.


Texto completo: PDF