Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
A função diagnóstica da avaliação: uma atividade em construção
Ana Clara de Oliveira Melo, Antonia Vanúzia Nunes da Silva Araújo, Jorge Leandro Aquino de Queiroz, Abigail Noádia Barbalho da Silva

Última alteração: 2012-08-29

Resumo


Este artigo tem por objetivo investigar como professores de ciências naturais articulam a avaliação diagnóstica ao planejamento de ensino aprendizagem nas series finais do ensino fundamental. A pesquisa foi realizada por meio de questionário aplicado entre os docentes matriculados na 2a licenciatura em Ciências da Natureza e Matemática, do IFRN – campus Pau dos ferros e que atuam em escolas de Educação Básica da região. Os resultados da pesquisa apontam que 40% dos docentes aplicam algum instrumento avaliativo com função diagnóstica apenas no inicio do ano letivo, enquanto 60% aplicam no início de cada bimestre. Em relação ao conteúdo dessas avaliações, 60% se preocupam com a identificação de habilidades já construídas pelos alunos, enquanto os 40% restante concentram apenas nos conhecimentos conceituais dos educandos. Quanto ao uso dos dados da avaliação diagnóstica no planejamento de ensino e aprendizagem, apenas 40% faz uso frequente desses dados no seu planejamento. Os resultados indicam que há uma necessidade de não só discutir a importância da avaliação diagnóstica no processo de ensino e aprendizagem, mas de identificar elementos teórico-pedagógicos que orientem a sua aplicação articulada ao ato de planejar as ações educativas.


Texto completo: PDF