Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, VII CONNEPI - Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação

Tamanho da fonte: 
Germinação de sementes de três variedades de alface (Babá de Verão, Manteiga e Ruby), em função da salinidade da água de irrigação.
Maria Cristina Barbosa da Silva

Última alteração: 2012-08-20

Resumo


O efeito da salinidade da água de irrigação causa muitos danos ao desenvolvimento das plantas, esses sais se acumulam na solução do solo e causam a redução do potencial osmótico, inibindo assim a disponibilidade de água para a planta. Os efeitos começam a agir logo no período germinativo da planta, podendo logo nesse estagio inibir o desenvolvimento da planta ou leva a morte, dependendo do nível da Condutividade Elétrica da água de irrigação. Objetivou-se com esse trabalho, avaliar a germinação de sementes de três variedades de alface em função da salinidade. O trabalho foi desenvolvido em telado com 50% de sombreamento, no Instituto Federal - Campus de Sobral, no período de junho a julho de 2012. A cultivar utilizada foi Lactuca sativa L, pertencente aos grupos Babá de verão, Manteiga e Ruby. Os níveis de condutividade elétrica utilizados para irrigar foram, 0,27 dS m-1,1,5 dS m-1, 3,0 dS m-1, 4,5 dS m-1 e 6,0 dS m-1, foram feito avaliação de emergência, índice de velocidade germinativo, quantidade de folhas, comprimento da raiz, peso seco da parte aérea e peso seco da raiz. As variedades Manteiga e Ruby, tiveram as melhores medias para índice de germinação no nível 3,0 dS m-1 de condutividade elétrica e índice de velocidade germinativo nos níveis 4,5 dS m-1 e 1,5 dS m-1 de condutividade elétrica respectivamente,  porém a variedade Babá de verão não teve nenhum resultado. Conclui-se então que, as variedades Manteiga e Ruby, foram as que mais se destacaram em relação à emergência, em função de todos os níveis de condutividade elétrica, tendo um índice de velocidade germinativo significativo para as duas variedades.

Texto completo: PDF